3 alimentos que você possivelmente não comeria se soubesse como são feitos

A maioria das pessoas prefere não saber como são elaborados certos alimentos. Se você não fizer parte desse grupo, continue lendo pois vai se inteirar com quais ingredientes se fazem alguns produtos que comemos no nosso dia a dia. Possivelmente alguns deixem de apreciar estes alimentos ao chegar ao final do post.





1. Gelatina


Se existe um produto inofensivo, esse é a gelatina. É um alimento livre de colesterol, sem conservantes nem aditivos, que os médicos recomendam para prevenir a osteoporose e a artrose, entre outros benefícios. No entanto, sob seu aspecto inocente e tremelicante oculta-se um monstro. A gelatina é formada por 90% de proteínas obtidas do colágeno. Qual é a matéria prima do colágeno? Recortes de couro do gado sem curtir e partes frescas da cabeça e ossos, cujas gorduras são retiradas, que trituram antes de completar 24 horas do sacrifício do animal, para serem transformados em osseína. Depois de lavá-los várias vezes com ácido, o couro e a osseína são expostos a uma solução de cal, entre 5 e 10 semanas. A substância extraída é depois esterilizada a 145 graus e rapidamente esfriada para solidificar. Daí, pode ir direto para sua cozinha.

2. Chouriço



Também conhecida como morcilha ou morcela dependendo da região do país, é um embutido feito com sangue de porco coagulado. Primeiro, lavam-se as tripas do porco com sabão e limão repetidas vezes, até deixá-las sem cheiro. O recheio é preparado colocando-se em um panela o sangue fresco do animal condimentado com alho, cebola, açúcar, sal e orégano. Depois de fervido, dá se um nó na extremidade da tripa que é recheada com os ingredientes citados anteriormente com um funil. Outro nó na tripa e ferve-se novamente durante trinta minutos. Se ao
mastigar notarmos algo duro na boca, como uma cartilagem, é porque em muitos casos acrescentam triturados de cabeça e miúdos na panela.



3. Patê

Tem muita gente que não vive sem ele apesar de nem imaginar de como é feito. O patê é elaborado com o descarte de vísceras e de carne de diferentes animais, como vacas, porcos e patos. Para conseguir a textura, o sabor e a consistência que conhecemos, agregam farinhas, temperos, leite, conservantes e outros vários aditivos. Ainda que em geral predomina o sabor de fígado, não é o ingrediente que mais abunda na mistura.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

SEU COMENTÁRIO É SEMPRE BEM VINDO DESDE QUE:
.Não tenha fins ofensivos
.Não contenha palavras de baixo calão
.Comentarios seguidos de links serão considerados SPAM!

OS COMENTARIOS SÃO PESSOAIS E NÃO INFLUENCIAM NA OPINIÃO DO BLOG!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...