Britânica de 33 anos diz ter dificuldade com empregos por ser ‘bonita demais para trabalhar’

Laura Fernee garante que nunca lhe faltou inteligência, mas a beleza tem atrapalhado seu desempenho no mercado de trabalho. A britânica de 33 anos é PhD em medicina, mas virou destaque na mídia quando revelou que foi forçada a abandonar o emprego porque ela seria “bonita demais para trabalhar”.


A constatação não foi feita pelos superiores, mas Laura relata que largou o trabalho em um laboratório em 2011 porque estaria há três anos sofrendo assédio constante de colegas do sexo masculino e perseguição das mulheres ciumentas.
A beldade diz que, apesar de ser uma excelente profissional, ela era frequentemente atacada pelas colegas que invejavam sua beleza. E o pior: parece que as meninas do laboratório ficavam ainda mais irritadas quando descobriam que ela era mais competente, e a briga comia solta.
Em uma aparição no programa “This Morning”, na ITV,  ela revelou aos apresentadores que estava escrevendo um livro para ajudar as mulheres a lidar com situações semelhantes no local de trabalho.
No momento, Laura vive da mesada (cerca de R$ 6.200,00) que recebe dos pais Catherine, 65, e Alan, 70. ”Eu sei que as pessoas vão me julgar por escolher não trabalhar, mas eles estão subestimando a maldição que é ter excesso de boa aparência”, acrescentou.
Laura, não fica triste. A gente passa por isso e sabe como é, viu? Força, amiga!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...